Dicas para mulheres do que NÃO fazer na hora H

Quer uma ajudinha para melhorar o sexo? Hoje a dica é para mulheres

Muitas mulheres têm dúvidas se é melhor se mostrar a deusa da cama ou ir com mais calma. Ser decidida ou não se expor. Contar a verdade ou se fingir de santa. Caramba! Sinta-se à vontade ou não transe (eu acho). Seja você e converse com seu parceiro. Cada pessoa tem suas preferências sexuais e certamente será importante uma sensibilidade nesse momento. Mas nunca se esqueça que o prazer deve ser mútuo.

Hoje vamos falar sobre o que as mulheres não devem fazer na hora H. Mas não são regras, tá? São algumas coisas pontuais que podem, ou não, atrapalhar aquele momento. Ok, todo mundo já sabe que sexo é bom e que deve ser livre, divertido e espontâneo. Mas isso não significa que a gente às vezes não tenha dúvidas sobre como se comportar na hora H.

Primeiro de tudo, se ame. Não sinta insegurança pelo seu corpo. Sexo deve ser sempre um momento de liberdade – e isso também inclui liberdade com o próprio corpo. Se a pessoa com quem você está se relacionando não curtir seu corpo do jeitinho que ele é, não era nem pra essa pessoa estar aí.

Outra dificuldade que pode atrapalhar o sexo é não ter iniciativa e/ou ignorar as próprias vontades. Fale! Peça! Se permita! Aliás, se você não se sente livre para falar sobre suas vontades com a pessoa com quem está transando, talvez essa pessoa não seja tão legal assim, já pensou nisso?

Um problema bem comum entre as mulheres e que interfere no sexo é quando a mulher não se toca. Uma das coisas mais importantes para ter prazer com outra pessoa é saber como ter prazer sozinha – até para poder ensinar como fazer. E isso não vale só para quando não estiver acompanhada: também na hora do sexo é legal você aproveitar o que você conhece do seu corpo com as suas mãos ou mesmo guiando o(a) parceiro(a) nos caminhos da felicidade.

Mas o rei dos reis do problema na hora H entre as mulheres é fingir orgasmo. Parece bizarro, mas é comum. Quem nunca fingiu orgasmo, que atire a primeira pedra. Seja para agradar a outra pessoa, seja para terminar logo uma transa que não está assim tão boa, praticamente todas as mulheres já fingiram. O maior problema disso é que o sexo deve ser bom para todos os envolvidos e, se você precisa fingir, talvez esteja faltando alguma coisa para ser legal.

Por fim, também pode ser muito ruim para a mulher e seu parceiro ou parceira quando a pessoa esquece que o corpo tem muitas zonas erógenas fora dos órgãos sexuais. Muitos sexólogos já defenderam: nosso maior órgão sexual é a pele. E a pele cobre nosso corpo todinho, não apenas os órgãos genitais (e seios, nádegas e boca). É importante explorar outras partes do seu próprio corpo e do corpo da outra pessoa, e incentivar o(a) parceiro(a) a fazer o mesmo. Com certeza isso vai multiplicar – e muito! – o prazer da relação.

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta