Squirting: É xixi ou Não é xixi?

Sexualidade feminina ainda é muito tabu e pouco falada na comunidade científica, não sabemos muito bem sobre Squirting, Ponto G e diversos outros temas.

Se a pouco tempo nem falávamos sobre clitóris imagina só sobre o Squirt, Será que o que vemos em filme é orgasmo? Será que orgasmo é Squirting? Ou será que é xixi. Vem desvendar.

Primeiro gostaria de dizer que fiz esse post após a leitura do artigo Nature and Origin of “Squirting” in Female Sexuality (Natureza e origem do “esguicho” na sexualidade feminina) publicado no The Journal of Sexual Medicine (O Jornal de Medicina Sexual) publicado em 2014, e segundo gostaria de ressaltar que o estudo foi feito com 7 mulheres.

Se você já acompanha meus posts desde o início do blog, sabe que já escrevi sobre squirting algumas vezes e do início do blog para cá, mudei muito de opinião sobre o tema, esse artigo no qual eu cito aqui no blog, talvez seja o artigo mais popular quando o assunto é squirting, mas ainda acho que são feitas poucas pesquisas, com poucas pessoas e toda pesquisa tem um pouco de opinião própria.

Antes eu era muito contra o squirting, pois ele ficou popular por causa de filmes pornôs e que não é algo que acontece sempre ou com todas as mulheres e as pessoas gostam de vender muito em cima do tema, o que me incomoda muito, pois parece que algum tipo de orgasmo é melhor que outro e se torna algo inalcançável, já é difícil suficiente falar sobre sexualidade feminina aí vem filme e complica ainda mais e traz mais tabu.

Há várias teorias sobre o squirting, uns acham que ele pode ser a liberação de líquido expelido pelas glândulas de skene que são os chamados PSA (antígeno específico da próstata), outros acham que é mesmo a liberação de líquido expelido por forte contração vaginal (que é o que eu acredito também).

O estudo foi feito com 7 mulheres sem anormalidade e foi feito ultrassom na bexiga antes e depois do squirting, além disso eles recolheram amostra do líquido do squirting, do xixi antes e depois das mulheres terem orgasmo.

Eles notaram que a bexiga de todas as participantes esvaziaram após o orgasmo, e o líquido expelido em todos os casos tinham ureia (principal componente do xixi) e em 5 mulheres tinha o PSA (antígeno prostático específico) no líquido do squirt e no xixi após squirt.

Então essa foi a conclusão do estudo.

Os dados atuais, baseados em monitoramento ultrassonográfico da bexiga e análises bioquímicas, indicam que o esguicho é essencialmente a emissão involuntária de urina durante a atividade sexual, embora frequentemente exista uma contribuição marginal das secreções prostáticas para o fluido emitido

A pesquisa concluiu que muito do squirting é xixi.

O que eu queria com esse post é falar sobre o quão raso são as pesquisas relacionadas ao orgasmos feminino. E também se o squirting é xixi qual o problema disso? Acho que devemos falar mais sobre orgasmo e tentar vender menos sobre os tipos de orgasmo, se você tem squirting não se envergonhe, pois é uma reação natural do seu corpo, se você não tem, viva seu orgasmo, curta ele do jeito que ele é.

Os filmes pornô são apenas entretenimento para homens e é possível forçar e simular ou squirting, não se baseie nisso para moldar sua sexualidade.

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Referências

Salama, S., Boitrelle, F., Gauquelin, A., Malagrida, L., Thiounn, N. e Desvaux, P. (2015), Nature and Origin of Squirting. J Sex Med, 12: 661-666. https://doi.org/10.1111/jsm.12799

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
Minha conta
Menu