Saiba tudo sobre o Viagra

O Viagra é famoso, mas quem será precisa dele? E os efeitos colaterais? Pênis ereto por horas? Saiba isso e muito mais nesse pequeno guia!

O volume de buscas mensais pela palavra Viagra no Google é assustador, e por isso hoje vamos fazer um apanhado didático e valioso sobre essa pílula azulzinha, tão querida por muitos e polêmica entre todos.

O que é Viagra?

Viagra é o nome comercial e mais popular dado ao Sildenafila, essa sim a denominação farmacêutica oficial do tão famoso remédio azulzinho. 

Nesse caso, é tipo chamarmos a “esponja de aço” de Bombril, por exemplo. Quem tem fama, carrega o nome! 

Então, apesar da marca Viagra ser a mais conhecida, a mesma substância e efeitos podem ser encontrada em outros medicamentos genéricos, assim como o Revatio. 

Se procurar por Viagra na farmácia, é super comum sair de lá com uma sacola com outro medicamento, mas não se preocupe, o negócio vai subir de qualquer jeito. 

Além do Sildenafila, existem outras drogas que fazem o mesmo efeito, como a Tadalafila, que tem o nome comercial de Cialis. Esse, possui doses diárias e efeito prolongado. 

Além deles, também existe a Vardenafila conhecida comercialmente como Levitra. Eu sei, quem se importa com tanto nome quando a preocupação é um p@u duro, né? 

Mas calma, daqui a pouco eu explico a diferença entre cada um deles! 

Quem precisa desse remédio polêmico? 

Dito isso, o azulzinho é usado para tratar disfunções erétil e impotência sexual, e apesar de você não precisar de receita para comprá-lo, ele precisa de uma indicação médica.

Meio contraditório, né? Mas assim como se automedicar não é uma ideia genial, mesmo com medicamentos que não precisam de receita, usar o Viagra por conta própria a torto e a direito também não é indicado. 

Apesar dos homens com mais idade serem os mais abençoados com o invento desse comprimido, tem muito jovem por aí que abusa deles para… como eu posso dizer isso? Hum…

Se aparecer! Pois é, querendo dar três, quatro de uma só vez ou fazer com que a transa dure três horas, mesmo sem necessidades biológicas, eles os usam. 

Ao longo do tempo, isso vai se tornar uma péssima ideia, mas sobre isso, também vou te contar logo logo. 

Além deles, pessoas jovens com ejaculação precoce ou disfunção erétil também usam o Viagra, mas dessa vez, com razão! 

Qual a diferença entre Sildenafila, Tadalafila e Cialis?

  • A Tadalafila é o princípio ativo do Cialis 
  • E a Sildenafila é o princípio ativo do Viagra.

Os dois componentes são muito comuns e os mais utilizados no tratamento de impotência sexual. Sabe aquela música “eu gosto de você, fazer o que? meu p@u te ama 🎶”

Então, é o pênis cabisbaixo cantando pra esses princípios, pois eles têm a mesma função e a executam super bem. 

Porém, a Tadalafila tem menos efeitos colaterais e os resultados duram por bem mais tempo, em média, 36 horas em que a pessoa volta a ter 15 aninhos, rs. 

Já a Sildenafila dura até 4 horas, mas convenhamos, já está bão, né?! 

Quer dizer, cada um tem suas necessidades, então são elas que serão determinantes na compra do remédio. Mas além disso: 

A Sildenafila deve ser tomada 1 hora antes da relação para que os efeitos comecem a aparecer (alô pau duraço) e aí, durar as 4 horinhas dele. 

Ou seja, a pessoa tem que se planejar e ter certeza que irá pro vamos ver dali uma hora. 

Quanto a Tadalafila, além da bandeira ser hasteada apenas 30 minutos depois, os efeitos duram mais de 24h, então… dá para usar num final de semana qualquer e tentar a sorte por aí. 

Deu pra entender? 

Viagra natural existe?

Não, não existe Viagra natural, apesar de vários produtos por aí se intitularem como tal. 

O que acontece é que tem muitas bebidas, comidas, “melzinhos” que de fato são estimulantes sexuais e aumentam a libido. Porém, eles não prometem pênis ereto em tanto tempo ou por tantas horas. 

Aumentam o tesão? Em algumas pessoas, até que sim, mas não é uma regra e muito menos um tratamento, ok? 

Quando a disfunção e a impotência sexual forem os problemas, o tratamento com Viagra ou genéricos é o recomendado, sem dúvidas!
 

Mas se só quer se divertir e tirar “uma pira” com esses outros “viagras naturais”, sem problema nenhum. 

Quais são os efeitos do Viagra?

Como ele realmente age no organismo

Ele aumenta o fluxo sanguíneo do pênis, ou seja, faz com que ele fique duro e ereto. O responsável por isso é o fato dele liberar substâncias que afetam e bloqueiam a enzima chamada de PDE5, que prejudica a ereção em si.

Alguns mitos sobre a ação do Viagra:

  • a pessoa não fica com o p@u ereto por horas, ele apenas fica pronto para o ato, como qualquer pinto normal ficaria. E que no caso de quem precisa desse medicamento, não acontece de forma natural; 
  • assim, o pênis também não fica duro à toa, então precisa de estimulação sexual e excitação para isso; 
  • quem pensa que Viagra é brincadeira, se engana. Com qualquer remédio, se mal usado, tem efeitos colaterais SIM! 

Faz mal tomar Viagra?

Não, desde que a pessoa tenha consciência e tome direitinho, ou seja: seguindo as orientações médicas. 

Se chegou até aqui pensando que iria tomar quantos viagras forem necessários para ficar tal qual um poste de luz, sinto informar, mas é como diz o ditado: 

a diferença entre o remédio e o veneno está na dose! 

Sendo assim, alguns dos efeitos colaterais mais frequentes são: 

Viagra:

  • queda de pressão;
  • congestão nasal;
  • desconforto abdominal;
  • calor;
  • dor de cabeça;
  • indigestão;
  • dores musculares ou nas costas/lombar.

Cialis:

  • cefaleia;
  • rubor;
  • congestão nasal; 
  • dispepsia (dor na parte superior do abdôme);
  • lombalgia;
  • mialgia; 
  • dores nas extremidades.

Levitra:

  • dor de cabeça;
  • tontura; 
  • vasodilatação;
  • congestão nasal; 
  • indisposição estomacal.

Quando devo tomar Viagra?

Deixamos essa pergunta intencionalmente após colocarmos sobre os efeitos adversos desses medicamentos. 

Pois como já falamos, apesar da compra do Viagra não precisar de receita, o acompanhamento de um profissional é importante.

Isso porque o uso deliberado de qualquer medicamento pode trazer danos à saúde, principalmente se você não sofre de alguma disfunção sexual nas quais esse medicamento é indicado.

Além disso, existem algumas contraindicações em relação ao seu uso, e se você se encaixar em alguma delas, ele é automaticamente descartado. 

Então, caso tenha ejaculação precoce, impotência sexual ou qualquer outro tipo de disfunção erétil, procure um médico. 

Não tem nada de vergonhoso nisso, chato mesmo é ficar sem transar! E falando nisso… 

Leia também: 

Ejaculação precoce: quanto tempo é considerado?

Géis retardantes ajudam com ejaculação precoce?

Aproveita e segue a gente nas redes sociais para não perder nada!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta