Saiba mais sobre o clitóris

Se você tem vulva ou se relacionam com pessoas que tenham vulva, esse é um post para você.

Estamos falando cada vez mais sobre essa parte do corpo feminino e precisamos muito falar até todos saibam. Chegou a hora de você saber o que é, como funciona e quais as características de um clitóris.

Não sei se vocês já sabem, mas este é o único órgão do corpo destinado exclusivamente ao prazer e para isso, conta com um total de 8.000 terminações nervosas, nada mais do que o dobro das terminações existentes no pênis masculino, nele a parte com maior número de terminações é a glande, vulgarmente conhecida como a “cabeça” do pênis.

Assim como o pênis, o clitóris também é um órgão erétil, ou seja, que pode responder a estimulações sexuais, tácteis ou mentais, e tem mais, elas podem ocorrer de forma involuntária e durante o sono. No momento da excitação, o clitóris se enche de sangue e incha. E à medida que as mulheres se aproximam do êxtase do prazer, o clitóris fica rígido.

O clitóris inteiro tem, em média, de 9 cm até 11 cm e a glande, que é a parte mais exteriorizada, situada na zona superior da vulva – mede 1 cm. O clitóris está total ou parcialmente coberto por um capuz protetor, que também é chamado de prepúcio. O tronco é a prolongação do órgão para o interior do corpo e acaba dividindo-se nas raízes, que rodeiam a uretra e a vagina. Por último, no lugar onde nascem as raízes, emergem os bulbos, que também estão no interior do corpo, pregados nas paredes da vagina.

Em um estudo realizado pela Divisão de Uro-ginecologia e Reconstrução Pélvica do Hospital Bom Samaritano, de Cincinnati, nos EUA, em que tomaram as medidas dos clitóris das participantes e realizaram ressonâncias, concluíram que aquelas com uma glande de maior tamanho e situada mais próxima da entrada da vagina poderiam ter prazer com maior facilidade, sobretudo porque a fricção poderia ser mais acessível.

Assim como ocorre com o homem, uma vez passado o clímax, a maioria das mulheres necessita de descanso. O motivo é que sentem uma grande sensibilidade no clitóris após o orgasmo. Isso não quer dizer que não possam seguir desfrutando do prazer de uma penetração ou de carícias em outras partes do corpo. Mas há mulheres que podem seguir sem descanso ou com um tempo mínimo de parada. Cada uma deve descobrir suas necessidades de pausar.

Uma curiosidade que muitos não sabem é que as mulheres, assim como os homens, também podem ter “priapismo”. No priapismo o órgão pode permanecer ereto por mais de quatro horas. É um fenômeno raro, geralmente causado pelo uso contínuo de antidepressivos ou psicotrópicos.

Por fim, conhecer seu corpo através do toque é o mais importante para atingir seu prazer e reconhecer o poder de um clitóris. Infelizmente o tabu é muito grande e as mulheres ainda têm receio de se tocarem, se conhecerem. A masturbação é muito importante para as mulheres tanto na fase reprodutiva quanto na pós-menopausa. A prática melhora a lubrificação e a libido. Seja e esteja sempre muito próxima do seu clitóris!

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta