Principais causas da queda de libido

Toda pessoa já passou por um período de queda do desejo sexual, e são várias as coisas podem atrapalhar sua libido. Por isso, é importante conhecer as causas mais comuns que afetam essa queda, e assim, entender o que acontece com você e descobrir uma solução pra esse problema.

Então, se você está passando por um período de falta de desejo sexual, leia nosso post e entenda um pouco mais sobre o assunto.

Todo mundo está sujeito a passar por um período de baixa libido, seja homem ou mulher, e isso é mais comum do que você pensa, e com certeza não está sozinho(a) nessa!

Afinal, a libido está associada ao emocional, social, físico e hormonal, então, não tem como manter tudo sempre tinindo, não é mesmo?

Abaixo, listamos os principais motivos que podem estar influenciando a falta de libido, e assim, fica muito mais fácil conseguir recuperá-la, aliás, você já conferiu nossas dicas de como aumentar a libido?

Depois que descobrir a causa, nada melhor do que saber como resolver esse problema, afinal, não queremos que isso se torne um empecilho na sua autoestima, relacionamento e qualidade de vida. Então, vamos lá!

Quais fatores influenciam a falta de libido?

  • Falta de autoestima e insegurança

Nesses casos, a vergonha e o constrangimento prevalecem sobre a vontade de se relacionar sexualmente, pois é um momento em que expomos nosso corpo de uma forma muito íntima. E, se não nos sentimos bem com nosso próprio corpo, mostrá-lo à outra pessoa é muito difícil.

Além disso, há também a insegurança e o sentimento de não saber o bastante ou conseguir agradar a outra pessoa. A preocupação excessiva com a performance sexual gera medo e ansiedade, o que baixa a libido.

Se você precisa de uma ajudinha para melhorar ainda mais seu desempenho sexual, nosso manual possui mais de 100 páginas com dicas de técnicas e um treinamento exclusivo para ser o deus ou a deusa do oral, masturbação, posições e tudo o que você precisa para surpreender o outro e recuperar sua autoconfiança e libido.

  • Fatores emocionais, estresse e ansiedade

O estresse afeta o sistema nervoso, o que faz com que ele desequilibre. O sistema parassimpático, responsável pela ereção do homem e lubrificação da mulher, também é afetado quando isso acontece e impede uma relação prazerosa e confortável.

Já o desgaste emocional, diminui a energia e a motivação para iniciar o sexo, pois a libido é um instinto, e por isso precisa de ânimo e ação. A depressão, por diminuir a serotonina, afeta a libido e a regulação do humor. Por isso, pessoas com essa condição têm dificuldade de sentir prazer, não apenas no sexo, mas em qualquer atividade cotidiana.

Do mesmo modo, aqueles que têm ansiedade, não conseguem relaxar. E esse, é um dos princípios para um sexo agradável. O famoso “relaxa e goza” nunca se encaixou tão bem!

  • Uso de medicamentos

Os anticoncepcionais alteram as funções ovarianas e a produção de estrogênio, um dos hormônios responsáveis pelo apetite sexual das mulheres. Fora isso, esses medicamentos causam ressecamento vaginal.

E somente as mulheres podem confirmar o quão desconfortável é transar sem estar bem molhadinha, e por isso, a libido vai lá embaixo!

Quanto aos ansiolíticos e antidepressivos, estudos comprovam que cerca de 73% das pessoas que fazem uso desses fármacos, apresentam falta de libido.

Isso porque agem no sistema nervoso e interferem nas sensações de desejo e saciedade, e por diminuírem a dopamina e noradrenalina, hormônios do prazer, concentração e humor, a vontade de transar é praticamente inviável.

Sexo sem prazer? Fugimos!

  • Diminuição da testosterona ou estrogênio

A testosterona é o principal hormônio sexual masculino e responsável pela libidos dos homens. O estrogênio possui o mesmo papel, mas nas mulheres, que nesse caso, a maior parte da causa de baixo estrogênio, é a menopausa, fase onde a libido comumente costuma diminuir.

Por isso, quando esses hormônios estão baixos, a falta de libido é significativa em ambos os sexos. Idade, lesões, infecções, terapias agressivas como radio e quimioterapia, tumores e menopausa podem causar a diminuição desses hormônios.

  • Relações não prazerosas e dolorosas

Decepções e experiências negativas são um convite pra fugir de qualquer atividade sexual, pois geram traumas difíceis de lidar mesmo quando não estamos no ato sexual em si.

É claro que o sonho de todo mundo é gozar em todas as relações, mas vamos ser sinceros, às vezes não rola, e pra não gerar frustração, precisamos normalizar esse fato.

Relações não prazerosas acontecem, mas não quer dizer que todas as relações serão meio “méh.” Por isso, é importante preparar a cabeça antes do ato sexual e não deixar que a libido vá embora por conta de decepções antigas. O sexo precisa ser “aqui e agora”, e exige concentração!

A dor não é um fator emocional, mas fisicamente impede o prazer e a concentração, e por isso, afeta diretamente a falta de libido. A não ser que você seja adepta(o) ao sadomasoquismo, mas aí, é uma história muito diferente.

  • Relacionamento instável ou longos

Os problemas no relacionamento são uma “ótima” oportunidade de ver a parceria e querer revirar o olho, e não estou falando no bom sentido. Relações instáveis causam instabilidade emocional, brigas, estresse, e assim, o tesão vai pra longe.

Por outro lado, nos relacionamentos sólidos, mas longos, por conta da rotina, a libido diminui. Se esse é o seu caso, aqui nós damos dicas de como sair da rotina, além de um kama-sutra, pra aumentar a criatividade na hora do sexo.

A novidade é uma aliada para trazer a excitação de volta!

  • Álcool

Nesse caso, podem haver opiniões contrárias. Porém, apesar de algumas pessoas realmente sentirem-se mais excitadas quando estão sob o efeito do álcool, quando consumido em excesso, ele diminui a excitação genital, além de propiciar a disfunção erétil e a ejaculação precoce ou retardada.

E, quando se está do outro lado, a libido pode diminuir por conta do alto consumo de álcool do parceiro(a), quando este apresenta comportamento agressivo.

A tendência ao sono também é comum quando se ingere bebidas alcoólicas, principalmente vinho e cerveja. Nessas horas, uma dormidinha é muito mais atrativa do que uma rapidinha.

Mais do que amar e aceitar o próprio corpo, para fazermos isso de maneira impactante e real, precisamos entender como ele funciona.

Compreender isso é o primeiro passo para nos livrarmos da culpa, quando por exemplo, o boy ou a menina nos procuram, e nós não estamos na mesma vibe. Todo mundo já passou ou ainda vai passar por essa situação.

E agora que você já sabe os fatores que causam a queda da libido, fica mais fácil levar essa questão com mais leveza e consciência. Caso permaneça por muito tempo não hesite em procurar uma sexóloga que é a profissional de saúde que consegue te ajudar com sua saúde sexual.

Caso tenha alguma dúvida sobre o tema, envie para a gente!

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Shopping cart

Sign in

No account yet?

Shop
0 Wishlist
0 items Cart
My account