Meu primeiro vibrador

Se você quer comprar seu primeiro vibrador e não faz ideia por onde começar, este texto vai te ajudar! 

Para isso, aqui estarão as principais variações e modelos de vibradores, além de outras coisas tão importantes quanto essas. 

Afinal, para comprar seu vibrador, você tem que saber sobre materiais um pouco até sobre os materiais e os modos de vibração, por exemplo. 

Além disso, também precisa saber o quanto está disposta a gastar, já que existem vibradores de pilha (prepare-se para virar sócia da Duracell) e também os recarregáveis. 

Ah, e também tem outras funções além da vibração, enfim… 

Mas calma, não precisa se assustar com essa quantidade de informações, pois vamos explicar tudo detalhadinho, ok?

Eu amo falar sobre vibradores, pois existe uma variedade imensa de cores, texturas e tamanhos. Hoje, vou tentar ser breve nessa explicação, para que não adie mais nenhum dia a compra do seu primeiro vibrador! 

Tipos de materiais

Falando de uma forma técnica, os materiais mais usados no mercado são TPR, PVC e silicone, mas claro que eles não vem como esses nomes. 

Por isso, fique atente, pois geralmente são dados os nomes de jelly, silicone, Cyber Skin entre outros.

O jelly é chamado assim, porque possui uma transparência e alta elasticidade que o faz parecer uma gelatina

O Cyber Skin são aquelas próteses que imitam cor e pele humana, mas existem dois tipos que se parecem a cor humana: 

Um é o Cyber Skin e outro é o Polivinílico, você vai saber quando é um ou outro pelo preço, os de Cyber geralmente são mais caros.

Já o silicone é um material mais nobre que os outros dois e por esse motivo todo mundo quer falar que o material é de silicone, mas não se engane, você vai reconhecer um vibrador de silicone pela textura aveludada, um pouco mais rígida, e possui cores vibrantes.

Interno e externo

Quando se fala em tipos de vibrador, vem logo na sua cabeça a imagem de uma prótese com formato de pênis imento, mas calma aí! Se você só conhece esse tipo de produto, precisa se atualizar. 

Isso porque muita coisa mudou no mercado erótico nos últimos anos e nem o seu primeiro vibrador nem o último, precisa ter a “cara” de um órgão masculino. 

Há vibradores, tanto em tamanhos, formatos e tipos de estimulação: 

  • somente na estimulação externa do clitóris;
  • diversos tipos de formatos;
  • modelos para dupla penetração;
  • plug anal;
  • penetração e estimulação do clitóris ao mesmo tempo;
  • penetração anal, vaginal e do clitóris ao mesmo tempo;
  • etc.

Vai depender do tipo de estimulação que você está procurando.

Movimento, vibração, sucção e textura

Além da famosa vibração, há também vibradores que fazem movimentos, e novamente, há vário tipos:

  • sobe e desce;
  • “cócegas”;
  • rotação externa (que são aqueles que giram);
  • rotação interna (que possuem pérolas dentro do vibrador que ficam girando);
  • e os que fazem todas as opções mostradas no mesmo vibrador.

E se você achou que há muitos movimentos, imaginem só as texturas! Há uma infinidade delas, tanto que nem consigo listar todas por aqui. 

Se sua dúvida for entre um liso ou com textura, pois essas texturas parecem machucar, fique tranquila, ok? 

Elas foram inteiramente pensadas no prazer, são maleáveis, e sim, fazem total diferença.

Os modelos de sucção são direcionados ao clitóris. Antes existiam só aquelas bombas imensas, mas hoje eles estão mais discretos a ponto de poder levar na bolsa.

Esses daqui são uns dos meus TOP vibradores desse tipo, e com certeza indico como primeiro vibrador. 

Pilha, bateria, recarregável e ligado direto na tomada

Haja energia para aguentar tantas funções não é mesmo? E quanto mais funções eles tiverem, mais pilhas eles irão precisar já que quem faz todos esses movimentos são motores.

Assim como quando há mais que a função de vibração, há mais que um motor que também vai exigir mais pilhas.

Os vibradores de bateria externas, aquelas redondas que precisam ser trocadas sempre, geralmente são vibradores de menor potência e menor tempo de duração. 

Há quem goste, mas diria que seria um nível iniciante.

Já os recarregáveis, vem com baterias internas e com cabo USB para serem recarregados, e não precisar ficar se preocupando em comprar pilhas ou baterias.

Portanto, é só colocar na tomada e ser feliz! Eles geralmente são mais caros, mas acho que vale o investimento, porque geralmente são mais potentes. 

E os que vão direto na tomada, são aqueles externos, chamados de Magic Wand (varinha mágica) e são super potentes, super mesmo, parecem aqueles modelos de massageador de corpo. 

O problema desses tipos de vibradores é que você precisará sempre estar perto de uma tomada, mas o nome desse vibrador faz jus a ele viu? É mágico, mas só para quem curte algo hard! 

 

E sabe onde você encontra todos os tipos de vibradores citados? Na nossa loja online, claro! Clique aqui e navegue por diversas opções de produtos.

 

Aproveita e segue a gente nas redes sociais para não perder nada!



Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
Minha conta
Menu