Diferença entre o DIU Mirena e o Novo DIU Kyleena.

Se você está buscando o DIU hormonal como um método de contracepção ou até mesmo por outros motivos se liga nesse post, pois vamos explicar a principal diferença entre o Mirena já conhecido e novo DIU da Bayer o Kyleena.

Eu Bruna tenho o Mirena e estou pensando em mudar para o Kyleena e vou te contar nesse texto quais os motivos para a possível mudança.

Hoje eu vou falar sobre os dois tipos DIU (Dispositivo Intra Uterino) hormonal e a principal diferença entre eles. Sou suspeita pra falar, pois uso um deles e já quero trocar pelo outro!

Porque sim, já adianto que eles são ótimos, mas pra saber qual você vai carregar no útero pelos próximos cinco anos, é bom não ter nenhuma dúvida, né?!

O DIU pode ser de cobre ou o que chamamos de SIU (Sistema Intra Uterino), que são endoceptivos que liberam hormônio, que é o que vamos falar aqui nesse post.

Existem dois DIUs hormonais. O Mirena e o Kyleena e os dois possuem o hormônio levonorgestrel, que é liberado em pequenas quantidades todo o dia no organismo da mulher.

E se você quer saber sobre eles, os prós, contras, como colocar e qual escolher, leia até o final. Depois de escolher entre os dois e colocar um deles, você vai poder fazer todas as posições do nosso Kama Sutra , sem medo de ser mamãe, ops… de ser feliz! Mas usanso preservatico sempre, ok! Apesar deles serem excelentes

Então, bora…

DIU MIRENA

O Diu Mirena é um método contraceptivo hormonal, mas que diferente das pílulas, que você precisa se lembrar de tomá-las todos os dias, no mesmo horário, o Mirena é um dispositivo colocado no útero, que libera os hormônios diariamente, sem essa neura de esquecer e se ferrar.

Basta uma consulta ao ginecologista para saber se você está apta para colocar essa belezinha dentro de você e ser feliz!

Apesar de ser colocado por um profissional, não tem restrição de idade ou aquela contraindicação péssima como a laqueadura ou vasectomia, que mulheres e homens precisam ter tantos filhos pra poder realizar.

Basta ter um útero, pelve e cérvix saudáveis para poder colocar e para saber disso, são realizados exames ginecológicos de toque e o preventivo.

Como é colocado?

O Mirena tem o formato de um “T” e sua colocação é bem simples e rápida. Bota as perninhas pra cima, procedimento super normal pra quem foi pelo menos uma vez ao ginecologista (espero que esse seja seu caso, senão vai levar um puxão de orelha!)

Primeiro o médico vai medir o seu útero e ver como está a posição dele.

Depois, o gine vai colocar o DIU através de uma espécie de canudo e você vai sentir uma cólica de alguns segundos. Estão enfiando algo no seu útero, não tem jeito de não sentir nadinha, mas vai por mim, é bem tranquilo.

Mas antes que você coloque e venha aqui me xingar depois, algumas mulheres mais sensíveis sentem mais desconforto do que outras. Por isso vão te indicar um analgésico potente logo depois e pronto, acabou o choro.

Melhor você um dia chorando de dor do que uma criança chorando no seu ouvido por no mínimo uns 5 anos.

Brincadeirinha, todo meu respeito às mães e às crianças, mas não posso perder a piada. Nunca.

Enfim, não é uma cirurgia, é rápido, prático e você pode sair andando normalmente depois.

Quais os prós?

  • Não precisa lembrar de tomar, ele faz o trabalho sozinho;
  • É razoavelmente duradouro, sendo eficaz por até cinco anos;
  • Pode ser retirado a qualquer momento e não demora pra poder ter uma gravidez, caso seja seu desejo;
  • Diminui o fluxo e a intensidade menstrual, algumas mulheres até param de menstruar;
  • Não dá cólicas.

E os contras?

  • Para as mais sensíveis, pode ser um pouco desconfortável pra colocar e uns dias depois da colocação também;
  • Como a maioria dos contraceptivos com hormônio, tem possibilidade de causar retenção de líquido e com isso, aumentar um pouco o peso;
  • Algumas mulheres relatam aparecimento de espinhas;
  • Em poucos casos, também pode causar ressecamento na vagina.

DIU KYLEENA

O Kyleena é um novo tipo de DIU hormonal e por isso é muito semelhante ao Mirena e também se trata de um dispositivo colocado no útero e que libera hormônios todos os dias, que impedem que você engravide.

Apesar disso, os dois tem algumas diferenças, que eu já vou te contar quais são!

Como é colocado?

O Kyleena é colocado da mesma forma que o Mirena e eles têm até o mesmo formato. Basta ter feito os exames que o ginecologista pediu, levar os resultados, coragem e pronto, só deitar e o resto o médico faz.

Como no Mirena, é tudo bem simples e rápido, o gineco vai medir o útero e checar a posição dele e depois colocar um “canudão” fino no canal vaginal e inserir o diu dentro do útero. Dá pra sentir uma cólica nesse momento, mas não é como um parto normal.

Segura na mão da enfermeira e vai! Não é necessário anestesia pra aguentar (mas se quiser, pode), nem ficar de repouso ou qualquer outra coisa depois. Vida que segue.

Quais os prós? E os contras?

Basicamente os mesmos do DIU Mirena, porque como falei, ambos são hormonais, possuem o mesmo formato e colocação, mas o que vai fazer você escolher entre os dois, está em algumas diferenças que finalmente vou te contar aqui:

Principais diferenças entre o DIU MIRENA e o KYLEENA

As principais diferenças são as que fazem a diferença (ah, pronto!) na hora da escolha entre esses dois métodos.

Bom, neutro é detergente e eu confesso que apesar de ter o diu Mirena e achar que ele é ótimo porque minhas dores pélvicas diminuíram muito, pois o principal motivo para eu ter colocado ele foi para tratar minha endometriose eu estou pensando em trocar ele pelo Kyleena, porque acabei tendo uns perrengues com o Mirena por causa do tempo de adaptação, apesar do Mirena ser pequeno a grande vantagem do Kyleena sobre ele foi o tamanho, ideal para pessoas que nunca tiveram filhos (assim como eu)

  • A principal diferença entre os dois está no tamanho e na taxa de hormônio. Em ambos, o Kyleena sai ganhando!
  • O Mirena tem 52 mg de Levonorgestrel no total, enquanto o Kyleena tem 19,5 mg;
  • O Kyleena é menor em diâmetro, então por isso é mais confortável (na medida do possível, não vai ser gostoso igual uma metida ou dedada, minha sinhora), então é bom pra quem tem útero pequeno ou nunca teve filho, sente um pouco de dor nas relações e etc;
  • Os efeitos colaterais do Kyleena, por ter menos hormônio, são menores e mais leves.

Essas “vantagens” do Kyleena em relação ao Mirena podem parecer tentadoras, mas a menor dosagem de hormônio, dependendo do seu caso, é uma desvantagem.

O que é o caso de quem precisa de um controle maior do ciclo menstrual, das cólicas, fluxo muito intenso e duradouro, problemas ginecológicos e outros fatores.

Efeitos colaterais

Infelizmente, apesar da praticidade do DIU, esse método tem alguns efeitos colaterais. Nem tudo é perfeito, né? Se você for olhar a bula de qualquer remédio, para de usar na hora.

E como eu sei que você enche a goela de Dorflex SORRINDO, não vai ter medo do DIU por causa dos possíveis efeitos, né? Os mais comuns são:

  • Dor de cabeça;
  • Dor abdominal, pélvica;
  • Alteração do ciclo menstrual;
  • Corrimento vaginal;
  • Vulvovaginite;
  • Aumento de peso;
  • Acne.

Cada corpo, uma sentença. Tem mulher que não vai sentir nada disso, outras vão sentir alguns e essa é a roleta russa do DIU, que sinceramente, ainda é muito melhor do que outros métodos!

Preciso usar camisinha?

Não acredito que você ainda tenha coragem de perguntar isso.

ÓBVIO, PRECISA, DE-VE! Apenas a camisinha pode te proteger contra IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e eu sempre falo isso aqui no blog.

Em 2019, só aqui no Brasil, cerca de 1 milhão de pessoas contraíram IST. E se você acha que é o alecrim g0zado da galera, boa sorte! Principalmente se for solteira e trocar de parceria com frequência.

A farra é legal, né? Eu sei! Mas pegar um HIV, Herpes, HPV e outras infecções que eu já te contei sobre, não tem nada de legal.

Aproveitando, saiba que sim, é possível (bem possível, na verdade) pegar IST apenas por sexo anal, leia mais em: Minha primeira vez fazendo anal. Esclarecendo as principais dúvidas e Transei sem camisinha, e agora?.

Então sim, use camisinha! O DIU pode ser Mirena, Kyleena, de cobre, até de ouro, sem camisinha, a infecção pode bater à sua xota.

A decisão final + dicas

A escolha é muito particular. Sabendo dos prós e contras dos dois, é hora de colocar na balança e ver qual é o melhor pra você.

Nessa escolha, o ideal é conversar com o ginecologista sobre suas particularidades, ciclo, queixas, hormônios e tudo mais. O profissional vai te orientar e de indicar o melhor pro seu caso.

Sendo o Mirena ou o Kyleena, o DIU hormonal é uma opção ótima, faz o trabalho dele sozinho, não incomoda, não precisa lembrar de trocar, regula o ciclo, não dá cólica, é durável, enfim…

Além disso, ambos são cobertos pelos planos de saúde ✔️

Não interferem na relação sexual ✔️

Ambos possuem eficácia de, em média, 99% ✔️

Outras dicas pra quem se interessou pelos métodos:

  • Tomar um analgésico 30 minutos antes de colocar o DIU, ajuda a diminuir o desconforto;
  • Nunca esquecer de realizar as ultravaginais recomendadas pelo ginecologista, pra saber se está tudo no lugar;
  • Na maioria dos casos, realizando um toque na vagina, dá pra saber se o DIU está no lugar. Isso é bom para aquelas mais neuróticas – sem julgamentos –

Enfim, particularmente eu recomendo muito ambos os métodos. Os efeitos colaterais existem, mas se for pensar bem, é muito menor do que a pílula, por exemplo. Enxaqueca, perda de libido, enjoos, dores nas mamas, risco de trombose, mudança frequente de humor e etc.

Além disso, com o DIU, você não se preocupa em tomá-lo todos os dias no mesmo horário e nem gastar todo mês com ele.

Eu tenho, recomendo e só por isso resolvi escrever sobre ele aqui, afinal, não ia te colocar em furada, né? Então, escolhe o seu e para de ficar torcendo pra menstruação descer todo mês e ficar com o cool trancado achando que está grávida. Eu sei que você passa por isso, hehe.

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Referências:

https://www.bayer.com.br/pt/midia/chega-ao-brasil-novo-contraceptivo-de-longa-acao-com-menor-dose-hormonal-disponivel-no

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta