Como fazer a chuca?

Parece ser muito simples, e até que é mesmo! Porém, se você quer saber como fazer a chuca direito e sem nenhum imprevisto, há algumas dicas.

E nenhuma delas vemos nos programas da tarde, nem falamos no chá com as amigas. Então, se você ainda tem dúvidas, não deixe de conferir esse post, que está super didático e completo!

Existe uma maneira segura de fazer a chuca?

Sua amiga provavelmente te contou a história em que uma pessoa fez a chuca, mas deu errado, né?

Achou que estava tudo correto, mas chegando no lugar do bem-bom, ou no meio do caminho, ela percebeu que a água suja ainda estava no cool. Por infelicidade, o negócio saiu sem que a ela pudesse segurar.

 
Não, eu não vou dizer que essa história é falsa, pois isso pode mesmo acontecer. Isso porque, existe uma quantidade certa e um tempo correto para a água sair. Mas calma, aquieta esse cool (literalmente), pois vamos contar tudo aqui!


Vamos lá, respondendo a pergunta do título, existe sim uma maneira segura de fazer sem dar ruim.


Mas, antes de saber como fazer a chuca, você precisa escolher entre os diversos modelos de ducha ou de adaptadores para chuveirinho que existem para fazê-la. Para saber quais, pode conheça alguns desses modelos aqui.

Só mais uma coisa: saiba que a escolha feita vai mudar o modo de fazer a higienização, então escolha o que é mais confortável para você, ok?

Ducha x enema

Antes de tudo, precisamos esclarecer essa diferença.

A limpeza com a ducha é feita apenas com água, o melhor método, mais prático, seguro, e feito especialmente para a penetração anal.

Já o enema, tem muito mais do que água, pois é uma espécie de laxante que não deve ser usado com frequência, caso contrário, vai prejudicar o bom funcionamento do seu intestino.

Por isso, opte sempre pela ducha, pois ela é a mais indicada, e se bem feita, não vai dar b.o marrom, kkk.

Lavagem rápida x lavagem completa

Outra informação que você precisa saber é que existem esses dois tipos de lavagem, e a escolha depende do que você quer naquele momento.

Ducha Rápida

A lavagem rápida só irá lavar a região do reto, e é ideal para a penetração de pênis, vibradores e plugs comuns, de tamanhos considerados normais.

Como fazer a chuca rápida?

Se você optou pelo chuveirinho, deixe a água fria e controle a intensidade da saída dela, para não machucar. Nesse caso, os acessórios para chuveirinho servem para que fique mais confortável e possa ser introduzido com facilidade.

Após a introdução, conte até 5 e tire.

Já se optou por uma chuca comum: encha de água até o local indicado na ducha e introduza o bocal no ânus. Depois, aperte até o conteúdo do frasco acabar e retire com ele apertado, isso fará com que a água não volte para dentro do frasco.

Após o processo, a vontade de evacuar vai aparecer como uma passe de mágica. Caso demore um pouquinho, não introduza mais água, espere! Senão, terá que fazer a ducha completa.

 

 

Ducha Completa

A ducha completa lava a região do reto, mas também a do intestino. Por isso, é usada para prática de fisting (quando coloca o punho no ânus) e uso de próteses gigantes. Apesar de ser mais intensa, se quiser saber como fazer a chuca, é bom citá-la.

Afinal, não sei a sua intenção, né?!

Como fazer a chuca completa?

Caso opte nesse caso pelo chuveirinho, funciona da mesma forma da rápida, mas aqui, introduza ele no ânus e conte até 30 segundos.

Se escolher a caso da chuca comum, repita o processo da introdução de água de 5 a 6 vezes antes de evacuar. Sim, vai ter que segurar um pouco a vontade, pois a água tem que passar da sigmoide, e então precisará de mais água, para lavar todo o cólon:

Qual tipo de lavagem escolher?

As duas são seguras, mas se você não irá fazer essa prática mais avançada de penetração anal, o ideal é a rápida. Até porque, a completa irá demorar mais, pois lava o intestino inteiro.

Além disso, só poderá sair de casa ou começar o sexo depois de ter certeza que toda a água que foi colocada saiu completamente.

Como saber se realmente terminou?

Tanto para o caso da rápida, quanto da completa, você vai precisar repetir o processo umas 5 vezes, mas às vezes pode ser até mais. Tudo depende do dia e da pessoa, mas realmente chegou ao fim quando:

  • a água sair limpa e com mucosa do intestino (uma melequinha branca e sem cheiro);
  • a água sai completamente limpa;
  • a água não tem nenhum odor;
  • você sente o estômago vazio.

Está sentindo contrações? Cuidado, significa que não acabou! Nesse caso, você pode pressionar a barriga fazendo movimentos circulares para ajudar a sair de uma vez.

Se não, você está pronta para dar o c*, PARABÉNS!

Aproveita e segue a gente nas redes sociais para não perder nada!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta