Como descobri meu fetiche por axilas

O relato de hoje é do Pedro (nome fictício) que nos relatou como descobriu seu fetiche por axila na adolescência e que é algo que permanece até hoje.

Estou lendo seu blog, na verdade encontrei por acaso, estava buscando na internet sobre “axilismo” e depois de ter acessado vários sites cheguei até você, li um pouquinho sobre os conteúdos que você posta e adorei os temas, ainda não vi todos porque dei uma pausa para te mandar essa mensagem.

Então fetiche por axilas não é muito comum ou se é, não é muito divulgado.

Eu tenho esse fetiche, Bruna. Essa admiração por axilas femininas desde a minha pré adolescência, foi quando eu descobri o prazer, lá por volta dos onze anos de idade, quando eu tive meu primeiro gozo em uma masturbação. Mas como entra aí este fetiche?

Pois bem, eu como todo adolescente não precisava de muita coisa para ficar excitado, e eu buscava nas mulheres algo que me levasse a pensar nelas quando eu estava no meu momento de excitação e me masturbando, e tudo no corpo da mulher me fascinava, a forma de andar, de sentar, de como elas moviam o corpo, sem falar das vestes que usavam, muitas das vestes e na grande maioria das vezes nem precisava estar mostrando alguma parte corpo, bastava estar com uma blusa ou vestido sem sutiã vendo os seios balançando era o suficiente para aquele adolescente fantasiar e erotizar aqueles corpos..

Para mim, estar tendo minhas ejaculações era muito delicioso e eu queria cada vez mais. Foi aí que nessas observações que as axilas começaram a chamar muito a minha atenção de uma forma avassaladora, eu via as mulheres no treino de futsal suando, os cabelos grudando no rosto e no pescoço e era para mim algo que fugia do meu controle emocional, quando elas erguiam os braços para tirar o cabelos com rosto ou simplesmente arruma-los/prendê-los, eu saia do estado de discreto e invadia o estado de indiscreto, para olhar suas axilas ora lisinhas, ora com os pelinhos crescendo, mais ambas as citações molhadinhas. E era muito delicioso para mim para aquela visão.

Essa equação era muito simples: mulheres lindas + blusinha regata ou alcinha + pele suada + axilas = muita ejaculação.

Quebrando um pouco o gelo era isso mesmo que acontecia, eu fui um adolescente que me masturbei muito (acho que como todo adolescente também).. Todas as mulheres, independente do corpo que chamava minha atenção, eu prestava uma homenagem para ela, independente da situação, as minhas mãos, quando eu estava em casa principalmente no meu quarto cheirava sexo de tanto que eu me masturbava e era muito delicioso. Então foi assim que começou o meu fetiche por axilas.

Eu só vim ter minha primeira relação sexual seis anos depois e nesse meio tempo era na masturbação que eu me satisfazia. Tenho outras histórias pra contar nesse período, mas fica pra uma outra prosa.

Só para concluir hoje eu estou com quarenta anos de idade e continuo um admirador de axilas femininas, acho lindas e sensuais, sem falar da delícia que é poder ver no dia a dia mulheres lindas erguendo os braços, para arrumar os cabelos ou prendê-los, de forma simples e natural as tornam tão desejadas.

Eu adoro acordar pela manhã e olhar para o lado e ver uma mulher deitada com braços erguidos, expondo toda a beleza de suas axilas é maravilhoso e principalmente delicioso.

Tipos de axilas que chamam minha atenção ? Todas! Mas sem dúvidas tem algumas que atrai mais meu olhar e isso independe da cor pele da mulher ou do cuidado que elas têm, tudo isso somando com a graciosidade do corpo, faz essa parte do corpo feminino ser tão desejado por mim.

Eu adoro o cheiro de pele é delicioso, sentir o gosto da pele e maciez, seja recém depilada, ou com pelinhos crescendo. É melhor eu parar por aqui.

Bruna, fica uma sugestão agora que estamos no verão com as temperaturas mais altas você escrever algo sobre o assunto.

Beijos até a próxima!

Esse foi o relato do Pedro sobre axilismo que eu adorei ler. Mande seu relato também que iremos postar aqui.

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta