Anticoncepcional interfere na libido?

Apesar do anticoncepcional estar no dia a dia das mulheres há diversas dúvidas sobre o mesmo. Uma pauta pouco discutida é se ele interfere na libido feminina.

O anticoncepcional e a falta de libido: o que tem a ver?

A quilométrica bula do anticoncepcional feminino já deixou de ser novidade para a maioria das mulheres e meninas que têm contato com o método. Tomar a pílula faz parte do nosso dia a dia e as informações sobre ela a gente ignora. Algumas meninas começam, ainda na adolescência, para o controle de acne, de ciclo ou de cólica. Mas a maioria das mulheres que optam por tomar têm um único objetivo: tudo pelo não-grávida.

Os efeitos colaterais do anticoncepcional passam, muitas vezes despercebidos porque apesar dos pesares, é por um bem maior: evitar uma gravidez não desejada. E a gente ignora os sintomas, ignora as dores, os enjoos e os incômodos. A gente se acostuma até com não ter vontade de nada. Isso incluí o sexo.

O anticoncepcional é um dos maiores vilões da libido feminina. O ciclo reprodutivo feminino é uma loucura e ninguém parece querer explicar. Durante a ovulação, nosso organismo libera diversos hormônios para estimular a nossa libido. É aí que o anticoncepcional ataca: se tem anticoncepcional não tem ovulação. Se não tem ovulação, não tem uma série de hormônios que são nossos amigos na hora do sexo. Um deles é a testosterona, hormônio responsável por mais de 200 funções no nosso organismo.

Não sentir vontade de ter relações sexuais é algo normalizado e naturalizado na vida da mulher na sociedade em que vivemos. Isso porque, muita gente ainda acha que mulher não sente prazer e que o sexo é apenas mais uma atividade que fazemos. Precisa ficar muito claro para todas nós: não é normal NUNCA querer transar. Que fique claro o uso do nunca: somos livre para escolher transar a hora que quisermos. O que não é normal é não sentirmos vontade em momento nenhum.

O anticoncepcional tem uma influência em nossas vidas surreal. Mas, precisamos aprender a impor limites a ele: quem manda no seu corpo? Se for você, é importante perceber os nuances da escolha de ingerir a pílula anticoncepcional. Acompanhamento ginecológico é mais do que fundamental. Converse com seu médico, questione a imposição do uso da pílula. É realmente necessário? Se for, de fato, é muito necessário aprender a conversar com o seu corpo e entender o que pode ou não acontecer com ele, e aprender, principalmente, a respeitar seus limites. A falta de libido é um, dos muitos efeitos colaterais da pílula anticoncepcional.

Recuperar a libido, no entanto, não é algo tão impossível. A interrupção dos hormônios é a forma mais rápida, porém, existem outras coisas que podemos fazer para ter de volta o desejo sexual. Os estímulos são infinitos e podem ser desenvolvidos com paciência, carinho e dedicação. Conhecer o nosso corpo é o primeiro passo para esse processo de libertação!

Vale lembrar, ainda, que a pílula anticoncepcional é um método eficaz apenas contra a gravidez. O preservativo nos protege de doenças sexualmente transmissíveis e não pode ser deixado de lado, combinado? Ah, e não se esqueçam: antes de qualquer mudança, consultem seus médicos de confiança.

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Shopping cart

Sign in

No account yet?

Shop
0 Wishlist
0 items Cart
My account