Ansiedade do Orgasmo: saiba como vencer a autossabotagem na relação sexual 

“Será que estou fazendo direito?”, “acho que ele/ela não está gostando”, “nossa, que demora pra gozar, deve estar uma m3rda”, “com certeza estão reparando na minha barriga”, “canso muito rápido, vão falar mal de mim”… sabe o que isso significa? Ansiedade do Orgasmo

Se está lendo isso e pensamentos como esse nunca se passaram pela sua cabeça durante o sexo, saiba que é muito previlegiade. 

Isso porque muitos de nós somos acostumados a ver performances “incríveis” em filmes eróticos, dignos de Oscar de melhor atuação e roteiro. 

Sim, porque é um FILME, e nada tem a ver com a realidade. Essa, a que eu e você vivemos. 

Mas como gostamos de nos comparar ou temos a ideia de que precisamos ser perfeitos para agradar o próximo, pensamentos negativos se tornam tortuosos e ocupa um lugar que deveria ser do prazer. 

O que é a Ansiedade do Orgasmo? 

Esse termo serve para retratar uma condição muito normal (infelizmente). Essa situação trata-se de pensamentos negativos em relação a si mesmo na hora do sexo. 

De modo geral, ela pode vir a qualquer momento do ato sexual, tanto em como você chegará ao orgasmo ou se o atingirá. É um bloqueio mental e emocional que faz com que não curta o momento de fato. 

Até porque, não dá para gozar gostoso quando tudo o que foca no orgasmo em si. Você até tenta aproveitar, mas acaba ficando estressade, triste, e até com vergonha e frustração

Caso não esteja sentindo um prazer absurdo, fica pensando porque está demorando para gozar ou que não irá conseguir gozar “nunca”. 

Ansiedade do Orgasmo diz respeito a essas questões, mas envolve mais do que apenas pensar sobre gozar o orgasmo em si, mas em outras coisas que geram ansiedade e atrapalham a relação. 

Quais são as causas da Ansiedade do Orgasmo? 

Além dos pensamentos já citados, outros aspectos também nos deixam ansiosos, preocupados e principalmente afetam a nossa autoestima. 

E quem sofre com isso, sabe como é difícil apenas relaxar e se permitir curtir a transa de boa. 

Portanto, há alguns tipos de ansiedade que podem aparecer qualquer momento, como: 

Quando não estamos satisfeitos com nosso corpo

Nesse caso, quem está gorde, se martiriza por isso, já os magros, ficam desejando ter mais carne. Afinal, “quem gosta de osso é cachorro” ou outros pensamentos depreciativos. 

Assim, pensamos que a parceria está focada apenas nos nossos defeitos (que não são defeitos, por favor), e nos sentimos mal com isso. 

Cicatrizes, estrias, espinhas, celulite e tamanho de pênis, peito e bunda também são outros estraga prazeres, literalmente;

Quando pensamos que não estamos fazendo direito 

A preocupação com o desempenho sexual também é muito comum e outro motivo de ficarmos ansiosos. 

Até porque, os filmes nos mostraram performances circenses, posições mirabolantes, gemidos perfeitos e olhares matadores. E diferentemente de você, parece que eles nunca se cansam e muito menos têm Ansiedade do Orgasmo.

A verdade é que não estão sentindo prazer, é tudo encenação com cenas gravadas e regravadas mil vezes até ficar daquele jeito. Isso não existe na vida real

Mas mesmo assim, pensando que estamos fazendo tudo errado e que não sabemos de nada, nos frustramos com nós mesmos;

Quando pensamos apenas no prazer do outro 

Pensar apenas no prazer alheio é muito complicado, pois é impossível relaxar quando só pensamos que queremos que eles gozem rápido, pois se demorarem, colocamos a culpa em nós.

E aí, que os outros problemas vêm: a insegurança corporal, a ideia de que não estamos agradando e por aí vai. 

Além de que podemos nos submeter a situações, posições e formas de prazer dos quais não gostamos mesmo, apenas para agradar o outro. E é claro que isso gera ansiedade;

Quando nos lembramos de situações traumáticas 

Sabe aquele dia em que uma ex parceria disse que você demorava demais, ou que gozava muito rápido, que deveria emagrecer, tirar os pêlos, colocar silicone ou qualquer coisa que afetou sua autoestima? 

Às vezes, são eles que martelam em nossa cabeça até nos colocar lá pra baixo, a 10 metros do fundo do poço. 

É quase impossível não levarmos esses comentários em consideração e isso não prejudicar a autoestima.

Quais são as consequências da Ansiedade do Orgasmo?

A ansiedade em si, assim como a Ansiedade do Orgasmo é uma condição emocional, mas que reverbera em problemas físicos, e com o sexo, não seria diferente. Assim, alguém que sofre com isso pode ter: 

  • músculos contraídos, impossibilitando o relaxamento;
  • respiração descontrolada (falta de ar ou ofegante demais);
  • lubrificação reduzida; 
  • vaginismo (condição em que tem tem vulva sofre muita dor em todas as relações);
  • dores e desconfortos; 

O que fazer para acabar com essas situações? 

Conheça o seu próprio corpo e trabalhe o autocuidado 

Eu sei, parece clichê, mas te garanto: é o melhor clichê de todos. 

Saber o que você gosta e o que não gosta na hora do sexo e ter isso como prioridade, é fundamental para dizer “opa, eu quero assim, então vamos fazer assim”. 

Fazendo o que curte, é bem mais fácil relaxar e gozar. Outra coisa importante é o autocuidado, e com isso, quero dizer: 

  • tirar um tempo só para você;
  • se olhar com carinho;
  • fazer as coisas que gosta;
  • comer as coisas que sente vontade; 
  • ouvir as suas músicas preferidas;
  • estar em paz consigo mesmo; 
  • estar cercado apenas de pessoas que te põem para cima;
  • ligar o foda-s3 para todo o resto! 

Se concentre no Aqui, no Agora e em Você

Sexo é concentração. Não adianta pensar nas contas, na comida de amanhã, no final da novela ou na morte da bezerra. 

Para se livrar da Ansiedade no Orgasmo, foque no momento e nada mais, mas quando eu digo no momento, é no prazer, nas coisas boas

Dê um passe livre para ti, sem pensar no outro como prioridade, sabe? Mesmo que respeite ele, é claro, mas faça o que gosta, se divirta! 

Ninguém aqui é vidente para adivinhar o que a parceria está pensando, para de querer ser a mãe Diná. Se ele/ela está trepando contigo, as chances dele amar seu corpo e fod@ são de 99,999%

Saiba que o prazer é melhor do que o orgasmo

Ter orgasmos é legal? Claro que é! Mas adianta gozar sem se divertir pelo caminho? Não! 

A diferença entre um orgasmo de 2 minutos de masturbação é gritante em relação a uma fod@ deliciosa de vários minutos com a pessoa que temos química, nunca mesmo? 

Então, sexo é muito mais do que gozar, para de achar que é o único aceitável de terminar uma transa. 

Se intere mais sobre os assuntos SEXO e PRAZER  para acabar com a Ansiedade do Orgasmo

Se leu até aqui, já percebeu que conhecimento é poder! Então, ao invés de matar aula e ficar triste porque não tem diploma, bora garantir umas aulinhas na escola do sexo e prazer?

Assim, você vai aprender mais, tirar dúvidas, quebrar tabus, e tirar nota 10 em posições, autoconhecimento e técnicas sexuais, eu te convido a conhecer nosso blog

Nele, você aprende sobre sexo, relacionamento, brinquedos e cosméticos, funcionamento do corpo, fetiches e práticas infalíveis para enlouquecer quem você quiser, mas antes, aprender a amar e respeitar você mesmo

E agora que já sabe lidar com a Ansiedade do Orgasmo, descubra nosso Kama Sutra especial! 

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Você também vai gostar de ler
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta