A importância de ver sua vulva

Muito se fala sobre autoconhecimento, descoberta e empoderamento, mas VOCÊ pessoa com vulva, se conhece mesmo? Já olhou ela no espelho alguma vez na sua vida?

Somos ensinades a ter vergonha dessa região, a acreditar que existe uma “aparência perfeita” para ela ser bonita, que o cheiro não é bom, que não é algo limpo e outras péssimas construções da sociedade. 

Mas aqui, vamos falar de não apenas 1, mas 6 motivos para você olhar sua vulva diariamente, com carinho, e de diversas formas! 

na imagem tesmos um espellho onde reflete a uma vulva, eles tem algumas marcas e pêlos

6 motivos para você admirar a sua vulva

Descobrir o que é normal para você:

Às vezes (pelas coisas que fomos obrigadas a ouvir a vida toda), achamos que nossa vulva é feia ou anormal. 

Um dos culpados por termos pensamentos negativos em relação à nossa região íntima são os filmes p0rnôs.

Por lá, a vulva das mulheres são rosinhas, totalmente depiladas, sem manchas e com lábios pequenos e simétricos. 

Porém, sabemos que fora dos filmes, a realidade da maioria é bem diferente

Nesse caso, olhar para ela todos os dias vai fazer você enxergá-la como normal, como parte importante de você, e assim, se sentirá muito mais confortável com ela.

Monitorar as alterações do corrimento vaginal:

Os corrimentos são normais na maioria dos casos, é algo natural para quem tem vulva e não é motivo de vergonha ou falta de higiene. 

Em alguns casos específicos, pode indicar doenças, mas elas estão longe de serem os únicos motivos dos nossos fluidos. 

Falando nisso, dá uma olhada nesse post completo e conheça melhor seu corrimento: Tipos de corrimento, menstruação e fluidos: o que é normal? 

Enfim, isso pode ser visto na calcinha. Olhando para sua vulva, você poderá notar as alterações e diferentes cores de corrimento com mais precisão. 

Detectar alterações da pele

O aparecimento de pelos encravados, verrugas e qualquer coisa que pareça diferente, você só vai perceber se observar a sua vulva.

Com isso, sempre que notar qualquer alteração, é importante consultar seu médico o mais rápido possível.

Pode ser algo normal? Sim! Porém, se não for, o tratamento será bem mais eficiente quanto antes ele se iniciar.  Não dizem que o melhor remédio é a prevenção? Então!

Se depilar com segurança (para quem se depila)

Quem nunca se depilou em pé com barbeador na mão, sem ideia do que está acontecendo, e de repente, sentiu uma dorzinha porque passou no lugar errado?

Cortes, pêlos perdidos que esquecemos de depilar, machucados, enfim, tudo pode acontecer quando nos depilamos “às cegas.”

A partir de agora, você pode se depilar olhando no espelho. Afinal, além de se conhecer melhor, vai evitar acidentes e terá uma depilação bem melhor acabada ao invés de um ninho estranho, kkkk

Se observar ao inserir produtos menstruais, dilatadores ou diafragmas

Se você sente dor, ou não se sente segure ao inserir qualquer um dos objetos falados acima, é um bom motivo para você se observar mais.

Além deles, também há os absorventes internos, coletores menstruais, enfim… 

Para saber a posição ideal, que não te machuque ou te deixe desconfortável, se olhar ao inserir qualquer um deles é a melhor opção, até verificar se está bem posicionado.

Se familiarizar mais com o que te excita

Ah, mas eu já sei disso! Hum, será mesmo?

Você se masturba com o dedo exatamente no clitóris ou um pouco acima? Ou será que é melhor do lado? Vai e vêm? Movimentos circulares? 

E quando você insere um vibrador na vagina, quanto dele você insere? Prefere um dedo, dois, três? 

Aposto que não sabe responder essas perguntas com precisão.

Contudo, ao se observar, você vai se surpreender com o que realmente faz e o que você achava que fazia! 

Aí sim, vai conseguir elaborar um mapa detalhado do seu próprio prazer, caso contrário, estará apenas seguindo o fluxo, mas sem se conhecer de verdade. 

Posições para ver a Vulva

Bora tentar?

Vulvas são todas bonitas, importantes, fod@s e jamais motivos de vergonha 

Ok, já vi a minha vulva e odiei, e agora?” 

  • Primeiro, pense porque você não gostou do que viu. É porque não é rosinha? Porque tem manchas? Porque tem pêlos demais? Os lábios não são pequenos? 

Se for por esses motivos, saiba que tudo isso é uma construção social das mais péssimas e erradas. 

Assim como o padrão estético dita que as pessoas mais bonitas são as magras, brancas e com cabelo liso, inventaram que a vulva bonita é como a dos filmes: depilação em dia, rosas e com pouco lábio. 

Não acredite, essas pessoas parecem não viver no mundo real. Eu sei que saber como é uma vulva que não seja a sua ou a dos sites porn0s é difícil, mas acredite: 

Nenhuma é igual e todas são maravilhosas! 

Sua amiga, a menina bonita que vê na rua ou na internet, a artista que você admira, cada uma tem uma aparência diferente. 

Algumas escuras, outras com manchas, com pêlos por todo lado, com lábios assimétricos, grandes, flácidos, e de todas as cores e tamanhos que imaginar. 

É normal, é a vida real. 

O importante é cuidar bem dela e fazer dela um “instrumento” de muito prazer

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
0 items Carrinho
Minha conta