A importância da higiene antes e depois do sexo.

É quase óbvio da importância da higienização da região intima e depois do sexo, mas outras partes além delas devem ser lavadas antes do sexo também e não é só para deixar tudo cheiroso e sim prevenir infecções na região.

A higiene é fundamental para a prevenção de doenças. Quando falamos de higiene íntima, esses cuidados são ainda maiores. Seja você homem ou mulher. Estar limpinho não é só agradável, mas pode evitar grandes transtornos. Por isso, seguem algumas dicas para que sua relação sexual seja ainda mais prazerosa e livre de contratempos.

Algumas orientações simples de procedimentos higiênicos que devem ser realizados momentos antes ou depois da relação sexual, podem ajudar até mesmo no seu desempenho sexual. Porém, o preservativo durante o ato sexual é imprescindível para a prevenção de DST’s.

Pouca gente sabe, mas a escolha da sua roupa íntima tem grande impacto em sua saúde. É importante usar sempre conjuntos limpos e frescos. Evite utilizar calcinhas, principalmente no verão, que retém muito suor, pois elas contribuem para a proliferação de bactérias; se algo já não tiver bem nas suas partes íntimas, estes organismos podem levar a um quadro infeccioso.

O xixi durante o sexo também merece uma atenção especial. Caso ocorra que durante o sexo você sinta vontade de urinar, não resista e vá ao banheiro (por pior e mais desconfortável que possa parecer). A urina tem um papel fundamental na limpeza de bactérias no trato urinário, ou seja, se você resiste ao chamado da natureza, ocorre um significativo e gradual aumento de microrganismos nestes locais. Outro bom motivo (se o anterior já não foi convincente o bastante) é que reter a urina impacta diretamente no prazer da relação sexual.

A higiene íntima, por sua vez, é muito importante para homens e mulheres, antes e depois do sexo. É muito comum as pessoas fazerem a higiene íntima antes do ato sexual, mas a limpeza íntima após o sexo é obrigatória também, devido à alteração do pH da região, que ocorre ao entrar em contato como pH do parceiro. O que desencadeia, dentre outras coisas, o aumento de bactérias na flora vaginal.

Ainda, é primordial ter as mãos e as unhas limpas. As mãos e os dedos são utilizadas no sexo de diversas maneiras. Muitos gostam de chupar o dedo ou introduzi-los nas regiões erógenas; ou simplesmente tocar o corpo do parceiro(a). É importante lavar as mãos antes e depois da relação sexual e manter as unhas igualmente limpas e cortadas. Unhas grandes além de machucar, transferem germes e bactérias para as regiões íntimas do corpo. Este é um cuidado que muitas vezes passa despercebido pelo casal, mas que evita muitas dores de cabeça, se realizado corretamente.

Outro cuidado importante diz respeito a feridas e marcas não naturais no corpo Todos devem se atentar a manchas e feridas na região genital como pênis, virilha ou saco escrotal(nas mulheres, no entorno da vagina), algumas DST’s deixam machucados e marcas. Todo cuidado é pouco e quanto antes for detectado qualquer sinal, mais rápido e fácil é o tratamento.

Por fim, existe um guia lançado pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia que contém mais informações sobre os procedimentos descritos acima e outros mais. Fique atento e tenha muito cuidado!

Acompanhe a gente nas redes sociais instagram e facebook. Fique por dentro das novidades!

Gostou? Então compartilhe esse conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos em Destaque
Tags
Categorias em Destaque
Anal
Relacionamentos
BDSM
Boquete
Saúde da Vulva
Saúde do Pênis
Fique Conectado
Carrinho

Entrar

Ainda não tem uma conta?

Loja
0 Lista de desejos
Minha conta
Menu